Afinal, deixar o celular carregando a noite inteira é prejudicial ao aparelho?

Você deixa o celular carregando a noite toda? Confira se realmente há algum risco!

Post celular 01

Publicado em 04/03/2016 por

É quase uma dica ­de utilidade pública: Afinal, tem ou não tem problema deixar o celular carregando a noite toda?
Quem nunca ficou na mão porque acabou a bateria do celular, não sabe o que é desespero. Atualmente os celulares nos acompanham o dia inteiro, em todas nossas atividades, e é um acessório indispensável no dia a dia. Seu uso vai muito mais além do que comunicação, usamos para pagar contas, para nos locomovermos, para consultarmos extratos, armazenar dados importantes, marcar compromissos, e por aí vai. Por isso, muitas pessoas são acostumadas a deixa-los ligados a noite toda no carregador, para que a bateria dure o suficiente no dia seguinte. Mas será que de fato essa é a melhor opção ou só consome mais energia? O professor da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, David MacKay estudou sobre o assunto e trouxe algumas dicas muito relevantes.

MacKay afirma que, deixar o carregador conectado na tomada sem o aparelho consome quase nada ou pouquíssima energia, mas, deixar o carregador na tomada com o celular conectado depois que atinge 100% de carga já consome mais. Não que seja o suficiente para se preocupar, mas caso isso aconteça o gasto total no final de um ano deve ficar em média uns R$ 14,00, o que pode ser considerado um valor baixo, agora, se multiplicarmos isso pela quantidade de aparelho que temos em casa, já muda de figura.
Outra coisa que muitas pessoas levam em conta é o risco de explosão. Sobre isso, o Professor explicou que a possibilidade de o aparelho explodir é baixa, porque depois que a carga do celular está completa os aparelhos conseguem bloquear boa parte da energia que está correndo entre eles e o carregador, evitando uma sobrecarga ou outros problemas que poderiam prejudicar o dispositivo e até mesmo uma possível explosão.
Já sobre o celular ficar “viciado” como costumamos dizer, David MacKay explicou que esse “efeito memória” nas baterias de Lítio (que compões os celulares atualmente) não existe mais, mas que tanto o celular como o carregador possuem um tempo de vida útil, que pode ser reduzido se deixarmos eles conectados assim por muito tempo, mas isso levaria tempo e possivelmente a pessoa nem estaria mais em posse daquele aparelho.

celular sem bateria

Apesar de agora estarmos cientes de que os impactos são poucos, deixa-lo a noite inteira na tomada ainda não é a melhor opção. Por isso, as empresas responsáveis por esse setor estão cada vez mais buscando uma forma de fazer com que a recarga de bateria do celular seja mais rápida, e, assim nós possamos abandonar de vez essa prática. ;)